Atenção!


Informamos que o Grupo Espírita Auta de Souza retomou suas atividades e contamos com a presença de todos a participarem das atividades da casa como palestras, passe, atendimento fraterno, atendimento espiritual, cursos, entre outras.


Todas as sextas-feiras a partir das 19h00.


Rua Força Pública, 268/274, bairro Santana - São Paulo /SP


Altura do número 1205 da Rua Voluntários da Pátria

"Lembra-te deles, os quase loucos de sofrimento, e trabalha para que a Doutrina Espírita lhes estenda socorro oportuno. Para isso, estudemos Allan Kardec, ao clarão da mensagem de Jesus Cristo, e, seja no exemplo ou na atitude, na ação ou na palavra, recordemos que o Espiritismo nos solicita uma espécie permanente de caridade – a caridade da sua própria divulgação".

Trecho retirado do livro Estude e Viva – FEB 9ª edição, cap. 40. Chico Xavier/Waldo Vieira. Pelos espíritos Emmanuel/André Luiz.

Campanha Segunda Sem Carne

sábado, 6 de setembro de 2014

Palestra Pública, 12/09: Auta de Souza, história e trajetória

Olá Amigos!

Na próxima sexta-feira, 12/09/14 às 20h, teremos Palestra Pública sobre "Auta de Souza, história e trajetória".

Teremos atendimento fraterno das 19h às 19h40.

E a cantina estará aberta!

Venha nos visitar!!!


Lembre-se! Dia 13/09, sábado, teremos um Sarauta em homenagem à Auta de Souza e ao Grupo Espírita Auta de Souza! Link do evento.

- - -
Abraços fraternos, 

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Palestra Pública, 05/09: O movimento jovem espírita

Olá Amigos!

Na próxima sexta-feira, 05/09/14 às 20h, teremos Palestra Pública sobre "O movimento jovem espírita".




Teremos atendimento fraterno das 19h às 19h40.

E a cantina estará aberta!


Venha nos visitar!!!

- - -
Abraços fraternos, 

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Palestra Pública, 29/08: Revendo a Postura Espírita

Olá Amigos!

É com muita alegria que anunciamos a retomada das atividades da casa, e na

próxima sexta-feira, 29/08/14 às 20h, teremos Palestra Pública sobre "Revendo a Postura Espírita".




Teremos atendimento fraterno das 19h às 19h40.

E a cantina estará aberta!


Venha nos visitar!!!

- - -
Abraços fraternos, 

domingo, 24 de agosto de 2014

Em breve: mais uma COMECAP!

Já está chegando de novo! 

A Confraternização de Mocidades da Capital de SP, que acontece todo ano, entre setembro e outubro.

TEMA: 
Ás vezes faço o que quero, ás vezes faço o que tenho que fazer. 
O que é certo ou errado pra você? 

Este ano o evento acontecerá na zona norte de SP:
E.E. Silva Jardim
Av. Tucuruvi, 724 - próximo a estação Tucuruvi do Metrô.

Inscrições:
- 1º prazo 20/08 a 05/09 por R$ 15,00
- 2º prazo 07/09 a 21/09 por R$ 20,00

E ainda uma novidade!

dias 27/09 das 19h às 23h
 e 28/09 das 08h às 17h

Este ano, o evento começará no sábado a noite com uma festa com muita música, diversão e "open bar" (sem bebidas alcóolicas)




quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Prepare-se para o Sarauta!

Venha  se libertar, fazer o que gosta.... Cantar, dançar, atuar, tocar, recitar, enfim... se divertirVamos comemorar juntos !



1  Kg de alimento não perecível


Dia 13/09/14 - Sábado, das 14h às 18h
Rua Força Pública, 268/274 — Carandiru
São Paulo/SP — 02012-080

Esperamos Você!




quarta-feira, 1 de maio de 2013

Estudo da série de livros de Joanna de Ângelis com Mario Mas - maio/2013

Às quartas-feiras das 19h50 às 21h10



Dia 08/05/13
Tema: “neurose coletiva”
Livro: Psicologia da gratidão
Harmonização: Agenda Cristã 29 
Palestrante: Mário Mas

site do palestrante wwwmariomas.blogspot.com


Dia 15/05: “autoconfiança e autorrenovação ”, livro “Amor, imbatível amor”, harmonização “Verdade e Vida 14”.

Dia 22/05: “depressão”, livro “Triunfo pessoal”, harmonização “Respostas da Vida 4 / Coragem 39”.

Dia 29/05: “renovando atitudes ”, livro “Vitória sobre a depressão”, harmonização “Apostilas da Vida 14”.


Ingresso solidário: doação de 1kg de alimento não perecível

Local: Rua Força Publica, 268-274—Santana
próximo à estação Carandiru do Metrô.
Grupo Espírita Auta de Souza
www.geas.net.br - mais informações (11) 3485-0829

segunda-feira, 18 de março de 2013

Estudo da série de livros de psicologia de Joanna de Ângelis


Às quartas-feiras das 19h50 às 21h10 
a partir de Abril/2013



Dia 03/04/13
Tema: “provas e expiações”
Livro: Plenitude
Harmonização: Respostas da Vida 18
Palestrante: Mário Mas

site do palestrante wwwmariomas.blogspot.com

  

Dia 10/04: “impedimentos do inter-relacionamento pessoal”, livro “Vida, desafios e soluções”, harmonização “Apostilas da Vida 6”.

Dia 24/04: “alcoolismo e toxicomania”, livro “O despertar do espírito”, harmonização “Rumo Certo 21”.

Ingresso solidário: doação de 1kg de alimento não perecível.


Local: Rua Força Publica, 268-274—Santana 
próximo à estação Carandiru do Metrô.
Grupo Espírita Auta de Souza
www.geas.net.br - mais informações (11) 3485-0829

quinta-feira, 7 de março de 2013

Cine Debate no GEAS : dia 16/03/13 às 15h

Saudações Amigos!

Aproveitamos para divulgar qual será o próximo filme do cinedebate, dia 16/03/13.

A sessão inicia às 15h e a entrada é franca com direito a pipoca!!! 

Local: Rua Força Pública, 268-274 - Santana, próximo a estação Carandiru do Metrô - GEAS.


O filme que será exibido neste dia é: Um Visto Para O Céu

Sinopse: esse era um ônibus que Daniel Miller não se importaria em perder! Quando dirigia despreocupadamente pelas ruas de Los Angeles... Pimba! Trombou em cheio em um ônibus. Mas para quem pensa que seus problemas terminaram, basta tentar conseguir Um Visto Para O Céu. Meryl Streep (duas vezes ganhadora do Oscar®) e Albert Brooks (escritor, diretor e ator de filmes como Relax) oferecem, juntos, uma doce visão do que é a vida após a morte. Mas tudo tem um preço: se você não conseguir provar que tentou encarar seus medos em vida, volta direto para a Terra para começar tudo de novo. A vida de Daniel sempre esteve longa de ser uma existência bem vivida. Mas depois que ele se encontra com a inesquecível Julia (Streep), ele está mais do que decidido a não voltar. Sim, existe humor após a morte! 

Você está convidado a assistir conosco! 


Nos encontramos lá!

- - -
Abraços fraternos!





sábado, 2 de março de 2013

Nossas Cruzes

Pelo Espírito Emmanuel, psicografia de Francisco Cândido Xavier. Livro: Livro da Esperança - Lição nº 80. Página 212. 

 “... Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.” Jesus - Marcos, 8: 34. (A presente citação foi extraída dos textos evangélicos).

 “Rejubilai-vos, diz Jesus, quando os homens vos odiarem e perseguirem por minha causa, visto que sereis recompensados no Céu. Podem traduzir-se assim estas verdades: - Considerai-vos ditosos, quando haja homens que, pela sua má vontade para convosco, vos dêem ocasião de provar a sinceridade da vossa fé, porquanto o mal que vos façam redundará em proveito vosso. Lamentai-lhes a cegueira, porém, não os maldigais. ” Cap. 24, 19. (A presente citação foi extraída de “O Evangelho segundo o Espiritismo”, de Allan Kardec.)

Julgávamos, antigamente, que nossas cruzes, as que devemos carregar, ao encontro do Senhor, se constituíam, unicamente daquelas dos exercícios louváveis mas incompletos da piedade religiosa.

E perdemos, em parte, muitas reencarnações, hipnotizados por sentimentalismo enfermiço, ilhando-nos, sem perceber, nas miragens da própria imaginação para esbarrar, em seguida, com os pesadelos do tempo largado inútil.

Com a Doutrina Espírita, que nos revela o significado real das palavras do Cristo, aprendemos hoje que não bastam fugas e omissões do campo de luta a fim de alcançarmos a meta sublime.

Assevera Jesus que se nos dispomos a encontrá-lo, é preciso renunciar a nós mesmos e tomar nossa cruz.

Essa renúncia, porém, não será semelhante à fonte seca.

É necessário que ela demonstre rendimento de valores espirituais, em nosso favor e a benefício daqueles que nos cercam, ensinando-nos o desapego ao bem próprio pelo bem de todos.

À face disso, nossas cruzes incluem todas as realidades que o mundo nos oferece, dentro das quais somos convocados a esquecer-nos na construção da felicidade geral.

Os fardos que nos cabem transportar, a fim de que venhamos a merecer o convívio do Mestre, bastas vezes contêm as dores das grandes separações; as farpas do desencanto; as provações em família; os sacrifícios mudos, em que os entes amados nos pedem largos períodos de aflição; os desastres do plano físico que nos cortam a alma; o abandono daqueles mesmos que nos baseavam todas as esperanças; o cativeiro a compromissos pela sustentação da harmonia comum; as tarefas difíceis, em cuja execução, quase sempre, somos constrangidos a marchar, aguardando debalde o concurso alheio.

Não nos enganemos.

O próprio Cristo transportou o madeiro que a nossa ignorância lhe atribuiu, palmilhando senda marginada de exigências, injúrias, pancadas e deserções.

Ninguém abraça o roteiro do Evangelho para estirar-se em redes de fantasia.

O cristão é chamado a melhorar e elevar o nível da vida e para quem efetivamente vive em Cristo, a vida é um caminho pavimentado de esperança e trabalho, alegria e consolo, mas plenamente aberto às surpresas e ensinamentos da verdade, sem qualquer ilusão.



Pensemos nisso!

---
Abraços fraternos.

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Faça do seu jeito mas faça!


Texto: autor desconhecido

De um jeito só seu...

Há um jeito que é só seu de semear o bem.

Se tem sabedoria para falar, fale!

Há pessoas precisando de quem lhes rasgue novos horizontes.

Se tem o dom de ouvir, ouça!

Há pessoas precisando falar para reorganizar os pensamentos e sentimentos.

Se tem o dom de enxergar os talentos alheios, enalteça-os!

Há pessoas que desabrocham por conta de alguém que lhes reconheça um dom.

Se tem o discernimento o bastante para fazer uma observação construtiva, faça-a!

Há pessoas persistindo no mesmo erro, por falta de alguém que as alerte com carinho e firmeza.

Se você não tem vocação para engajar-se em movimentos filantrópicos de grande alcance, tenha em mente que o maior bem a ser semeado começa dentro do lar.

Oferte a sua canção, a sua poesia, a sua hospitalidade, aquele prato que ninguém sabe fazer igual.

Oferte a sua diplomacia, a sua liderança ou a sua capacidade de atuar em segundo plano para o bem comum.

Oferte o seu talento para contar piadas e fazer rir.

A sua ternura natural no trato com crianças, idosos ou animais.

A sua capacidade de manter o sangue frio nas horas de crise, quando todos em sua volta desabam.

A sua paciência de permanecer num hospital ao lado de um enfermo terminal, ou de varar a noite num velório, naquela hora crítica em que todos vão embora.

Há um jeito que é só seu e todo seu, mesmo que seja ofertar uma flor sem ser dia de nada.

Mesmo que seja uma prece sincera feita no silêncio do seu quarto.

Na contabilidade Divina, pouco importa se o seu jeito de semear o bem vai alcançar uma criatura ou milhões de criaturas.

Você está fazendo a sua parte, de um jeito que é só seu. É isto que realmente importa!

Arqueiro de Mauro Andreoli _ Nanquim 

Pensemos nisso! 
Façamos a nossa parte doando aquilo que temos de melhor do jeito que sabemos fazer!
- - -

Abraços fraternos.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Vícios x Virtudes : em qual se concentrar?



Muitos são os vícios que acometem o espírito e se manifestam durante a encarnação.

Os vícios que vamos falar são baseados nos conhecidos sete pecados capitais sob a ótica da Doutrina Espírita.

Cada vício está ligado às vicissitudes do corpo e do espírito e para cada um existe uma virtude de elevação espiritual.

Podemos dizer que três estão mais ligados ao espírito (soberba, ira, inveja) e quatro ao corpo (luxúria, gula, avareza e preguiça), apesar disso todos são desvios comportamentais.

Chamam-se capitais porque a cabeça (mente) é a fonte de todos os pecados.

Os pecados capitais são uma classificação dos vícios humanos mais óbvios e que estão em desacordo com as leis divinas, principalmente a de amor.

Ao amor, que é o sentimento mais puro e nobre da natureza humana.

E a Deus, que é fonte inesgotável de graças e bênçãos.

1º vício: Soberba
também chamado vaidade, orgulho ou arrogância

Ambição desmedida por poder, fortuna e honrarias.

Manifestação arrogante de um orgulho ilegítimo.

Autoestima excessiva, autossuficiência, sentimento exacerbado de dignidade pessoal.

A pessoa soberba pensa que sabe tudo, que é superior aos demais, que está sempre certa e que tem sempre razão, é cheio de si e trata a todos com desprezo.

Humildade 
(virtude em contrapartida à soberba)

Comportamento de total respeito ao próximo.

Virtude da pessoa que tem consciência e possui uma convicção de quem ela é, da sua capacidade, da sua força ou fraqueza e sua inferioridade.

Reconhece seus limites, mas não sofre por isso.

Se esforça e trabalha para ser melhor e procura seu aperfeiçoamento físico, moral e espiritual.

2º vício: Avareza
também chamado ganância

Cobiça dos bens materiais e culto ao dinheiro.

A avareza utiliza egos externos para alimentar o seu próprio ego.

Desejo desordenado dos bens deste mundo que existem para suprir as necessidades de cada pessoa.

Em vez de senhores das coisas, transformam-se em escravos delas.

A avareza é a síndrome de acumular, juntar, empilhar coisas.

Leva a fraudes, roubos, mesquinharia e ambição. 

Generosidade
(virtude em contrapartida à Avareza)

É o despojamento quanto aos bens materiais, compartilhando-os com aqueles que necessitam.

Dar sem esperar receber (material ou espiritualmente), uma notabilidade de pensamentos ou ações.

Desprendimento, doação, solidariedade, altruísmo.

Grandeza em cultivar a capacidade de compartilhar com o próximo.

3º vício: Luxúria
também chamado sensualidade ou lascívia

A luxúria consiste basicamente na obsessão em deixar-se dominar pelos prazeres carnais, em satisfazer os próprios instintos sem refletir nas consequências de seus atos.

Com a corrupção de costumes, o indivíduo não se importa consigo mesmo nem com o sentimento de ninguém. 

Castidade
(virtude em contrapartida à Luxúria)

A castidade representa uma virtude reguladora da natural inclinação para os prazeres sexuais com relação à moral.

Expressa a renúncia consciente e vigilante dos desejos do corpo, ou seja, priorização de fins mais elevados.

A castidade consiste no treino necessário para que o corpo seja sempre expressão e instrumento do amor generoso da alma.

4º vício: Ira
também chamado raiva, fúria, violência, vingança ou cólera

A ira é a perda do controle e do uso da racionalidade.

É uma explosão forte de um sentimento ruim, proveniente de uma contrariedade, de uma desilusão, de um acontecimento inesperado e ruim ou de uma culpa.

Todos estes sentimentos provocam a violência, seja contra o próximo a si mesmo, por isso denotam a ira.

Em um ataque de ira, pode-se cometer erros gravíssimos tamanho seu poder de estimular os ímpetos maléficos de uma pessoa.

Paciência
(virtude em contrapartida à Ira)

Serenidade, paz.

Harmonia interior para não perder a calma diante das adversidades.

Resistência às influências externas e moderação da própria vontade.

Consiste basicamente de tolerância a erros ou fatos indesejados.

É a capacidade de suportar incômodos e dificuldades de toda ordem, de qualquer hora ou em qualquer lugar. 

5º vício: Gula

Busca de um prazer desordenado na comida, bebida, fumo, álcool, tranquilizantes, medicamentos, drogas ilícitas.

É forte no homem o instinto da alimentação, mesmo porque é uma questão de sobrevivência.

O comer e o beber exagerados, desequilibram a vida e prejudicam a própria saúde.

O uso de medicamentos e tranquilizantes sem prescrição médica ou além da quantidade prescrita também desequilibram a vida e a saúde.

Temperança
(virtude em contrapartida à Gula)

Autocontrole, moderação, equilíbrio.

Consiste em conservar o corpo, a paz interior, a saúde com uma alimentação balanceada livre de substâncias que envenenam o organismo. 

Postura harmoniosa diante dos prazeres, controlando o apetite por comida e bebida.

6º vício: Inveja

Vontade frustrada de possuir os atributos ou qualidades de um outro ser, pela incompetência de alcançá-la ou por incapacidade e limitação física e/ou intelectual.

A inveja provoca o ódio, a calúnia e a difamação, o que pode causar grave ansiedade e dano à reputação do próximo.

Além disso, desperta o desejo de impedir que o outro possua o “objeto” da inveja, é portanto, manifestação do egoísmo.

Caridade
(virtude em contrapartida à Inveja)

É a virtude do amor ao próximo, da compaixão, amizade e simpatia.

É a bondade suprema para consigo mesmo, para com os outros, para com o Ser Infinito. Benevolência. 

A Caridade enobrece o caráter e a alma, gera paz e beneficia os menos favorecidos.

7º vício: Preguiça
também chamado ociosidade ou acídia

A preguiça é caracterizada pela pessoa que vive em estado de falta de capricho, de esmero, de empenho, em negligência, desleixo, morosidade, lentidão e moleza.

Pode ser considerada de causa orgânica ou psíquica, que leva a pessoa à inatividade acentuada.

Aversão a qualquer tipo de trabalho ou esforço físico, frequentemente associado ao ócio, vadiagem.

Diligência
(virtude em contrapartida à Preguiça)

Diligência significa decisão, objetividade, zelo, cuidado, prontidão e atenção.

Consiste na adoção de procedimentos cuidadosos para a execução de uma atividade ou tarefa, com zelo, carinho, alegria e prontidão a fim de realizá-la da melhor forma possível.

* * * * * * * * *

Qualquer vício está ligado de forma direta ou indireta a outros vícios que são o primeiro passo para a auto-obsessão, causa das doenças do corpo e dos conflitos do espírito para consigo mesmo e com as outras pessoas do seu círculo de convivência.

Ao invés de lutar contra um vício, é mais construtivo concentrar-se na virtude que lhe é oposta, trazendo maiores benefícios à saúde da alma, do corpo, passos importantes para a evolução do espírito rumo à felicidade verdadeira.

- - -

Esta publicação foi baseada na apresentação "Pecados Capitais" de Gotas de Crystal com adaptações no texto conforme o entendimento da Doutrina Espírita.

- - -

Abraços fraternos.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Reflexões espíritas sobre a Tragédia de Santa Maria

Compartilhamos aqui uma mensagem sobre o acontecimento em Santa Maria.

por Dora Incontri publicado em 28/01/13 


A tragédia de Santa Maria me leva a algumas reflexões que considero importantes para o movimento espírita.

Recentemente participei de uma banca de doutorado na Universidade Metodista, em que o pesquisador José Carlos Rodrigues, examinou em ampla investigação de campo quais os principais motivos de “conversão”, eu diria, “migração” para o espiritismo, no Brasil. Ganhou disparado a “resposta racional” que a doutrina oferece para os problemas existenciais.


De fato, essa é grande novidade do espiritismo no domínio da espiritualidade: introduzir um parâmetro de racionalidade e distanciar-se dos mistérios insondáveis, que as religiões sempre mantiveram intactos e impenetráveis, sobretudo o mistério da morte.


Entretanto, essa racionalidade, que era realmente a proposta de Kardec, tem sido barateada em nosso meio, como tudo o mais, para tornar-se uma cartilha de respostinhas simples, fechadas e dogmáticas, que os adeptos retiram das mangas sempre que necessário, de maneira triunfante e apressada, muitas vezes, sem respeito pela dor do próximo e sem respeito pelas convicções do outro. Explico-me.


Por exemplo: existe na Filosofia espírita uma leitura de mundo de “causa e efeito”, que traduziram como “lei do karma”, conceito que vem do hinduísmo. Essa ideia é de que nossas ações presentes geram resultados, que colheremos mais adiante ou que nossas dores presentes podem ser explicadas à luz de nossas ações passadas. Mas há muitas variáveis nesse processo: por exemplo, estamos sempre agindo e portanto, sempre temos o poder de modificar efeitos do passado; as dores nem sempre são efeitos do passado, mas sempre são motivos de aprendizado. O sofrimento no mundo resulta das mais variadas causas: má organização social, egoísmo humano, imprevidência… Estamos num mundo de precário grau evolutivo, onde a dor é nossa mestra, companheira e o que muitas vezes entendemos como “punição” é aprendizado de evolução.


O assunto é complexo e pretendo escrever mais profundamente sobre isso. Aqui, apenas gostaria de afirmar que nós espíritas, temos sim algumas respostas racionais, mas elas são genéricas e não podem servir como camisas de força para toda a realidade. Que respostas baseadas em evidências e pesquisas temos, por exemplo, para essas famílias enlutadas com a tragédia de Santa Maria?


• que a morte não existe e que esses jovens continuam a viver e que poderão mais dia, menos dia, dar notícias de suas condições;


• que a morte traumática deixa marcas para quem fica e para quem foi e que todos precisam de amparo e oração;


• que o sofrimento deve ter algum significado existencial, que cada um precisa descobrir e transformá-lo em motivo de ascensão…


• que a fé, o contato com a Espiritualidade, seja ela qual for, dá forças ao indivíduo, para superar um trauma dessa magnitude.


Oremos por essas pessoas, ofereçamos nossas melhores vibrações para os que foram e para os que ficaram e ainda para os que se fizeram de alguma forma responsáveis por esse evento trágico. Mas tenhamos delicadeza ao tratar da dor do próximo! Não ofereçamos respostas fechadas, apressadas, categóricas, deterministas. Ofereçamos amor, respeito e àqueles que quiserem, um estudo aberto e não dogmático, da filosofia espírita.


Não podemos afirmar por que esses jovens morreram. Não devemos oferecer uma explicação pronta, acabada, porque não temos esses dados. Os espíritas devem se conformar com essa impotência momentânea: não alcançamos todas as variáveis de um fato como esse, para podermos oferecer uma explicação definitiva. Havia processos da lei de causa e efeito? Provavelmente sim. Houve falha humana, na segurança? Certamente sim. Qual o significado que essa tragédia terá? Cada pai, cada mãe, cada familiar, cada pessoa envolvida deverá achar o seu significado. Alguns talvez terão notícias de algum evento passado que terá desembocado nesse drama; outros extrairão dessa dor, um motivo de luta para mais segurança em locais de lazer; outros acharão novos valores e farão de seu sofrimento uma bandeira para ajudar outros que estejam no mesmo sofrimento e assim por diante.


- - - 
Pensamos nisso!

Abraços fraternos.

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Prazo prorrogado: Formação de Grupo de Estudos do Passe Magnético


Saudações Amigos!

É com muita alegria que informamos que o prazo para manifestar interesse na Formação de Grupo de Estudos do Passe Magnético foi prorrogado para o dia 20/02/2013!!!

E a data de início do estudo está fixada para o dia 02/03/13, primeiro sábado de março.

Reuniões de estudo: aos sábados das 9h às 12h com intervalo para lanche (cada um pode levar o seu).

Duração aproximada: 1 ano.

Local: Rua Força Publica, 268-274 Santana - próximo a estação Carandiru do Metrô

O estudo é baseado no trabalho dos magnetizadores clássicos: Mésmer, Du Potet e Kardec; e também de Jacob Melo e Adilson Mota.

A apostila é fornecida em formato digital e todo participante pode utilizar o material da forma que melhor lhe convier, seja em formato digital (no celular, tablet, notebook, etc.) ou imprimir por conta própria.

O material de apoio está listado no link: http://jacobmelo.webs.com/sobremagnetismo.htm.

--------------------------------------------
A apostila é composta pelos tópicos:

- Mésmer e o magnetismo
- Introdução sobre o passe
- Fluidos
- Perispírito
- Anatomia e fisiologia humana
- Centros de força
- Mecanismo de cura
- Recomendações aos passistas
- O passe
- Técnicas do passe
- Complementações do passe
- O passe na reunião mediúnica

-------------------------------------------

A participação no grupo de estudo é gratuita, é aberta a todos os interessados, independentemente de conhecimento prévio sobre Magnetismo e Passe ou de participação em outros estudos.

Qualquer dúvida ou esclarecimento estamos à disposição!

- - - 
Abraços fraternos.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Encontro: resultado do Censo 2010 e o trabalho das instituições espíritas


Encontro com Dirigentes e Trabalhadores Espíritas da USE Regional SP

Tema: O resultado do Censo 2010 e o trabalho das instituições espíritas

Facilitador: Jeferson Betarello, Mestre em Ciências da Religião e membro da USE Regional SP.

Dia 16.02.2013 - 13h às 17h30 - R. Dr. Gabriel Piza, 433 - SP/SP

Realização: USE Regional São Paulo Na ocasião serão levantados dados como o crescimento dos adeptos da Doutrina Espírita (separados por blocos leste, oeste, norte e sul/centro, conforme composiçao da Regional São Paulo); desafios enfrentados pelo movimento espírita em geral e pelas regiões em particular, entre outras informações essenciais para orientar o crescimento qualitativo da Doutrina Espírita em nossa região.

Será extremamente importante que todos os órgãos enviem representantes da Diretoria Executiva e Departamentos.

Inscrições e informações: contato@useregionalsp.com.br


Divulguemos!

- - - 
Abraços fraternos.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Curso: Formação de Educadores Espíritas Infanto-Juvenis


24 de Fevereiro de 2013 (domingo)
8:30 às 13:30 horas

Equipe de Educação espírita da Infância – União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo e CE Gabriel Ferreira

Programa: a atividade de Educação Espírita Infanto-Juvenil – Objetivos – Componentes do Processo Educativo – Estruturando o Departamento – Planejamento (setor – programa de aulas – aulas) – Recursos Didáticos - com exemplos práticos

Dados para inscrição: nome completo do participante, da Casa Espírita, cidade, telefone e e-mail.

Local: Centro Espírita Gabriel Ferreira – Rua Kaneda, 474 – Vila Maria – São Paulo/ SP

Inscrições: até 17.02.13 (ou até acabarem as vagas) – pelo e-mail marthinharg@yahoo.com.br ou pelo telefone (11) 9.9765.1881

Na ocasião será vendido o livro “Comece pelo Comecinho – Educação Espírita Infantojuvenil: uma proposta de trabalho”, que se baseia em duas décadas de experiência da autora no setor e que está sendo considerado, no meio espírita, como um manual prático para implantação (ou aprimoramento) da atividade de Educação Espírita Infantojuvenil na Casa Espírita, de autoria de Martha Rios Guimarães (Marthinha).

A autora atua no movimento espírita, principalmente nas áreas de  Educação Espírita e Comunicação Social.

Preço de capa: R$ 20,90 – renda destinada a atividades da área de Infância e Mocidade do CE Gabriel Ferreira

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Seminário "Relações Humanas na Casa Espírita"



23 de Fevereiro de 2013 – 15 às 18 horas

Objetivo

Enfatizar a importância e as formas de driblar as dificuldades que envolvem o relacionamento humano nas Casas Espíritas, tornando a convivência mais harmoniosa e produtiva para a instituição e para as pessoas que a integram.

Facilitador

Wellington Balbo, professor universitário, escritor e expositor espírita. Integra o movimento de unificação em Bauru/SP.

Conteúdo

·     Convivência fraterna e trabalho em equipe
·    Como as relações garantem harmonia e equilíbrio espiritual à Casa e às pessoas
·     A Casa Espírita: objetivos, características, públicos, atividades
·     O Voluntário Espírita
·    Os novos colaboradores: como acolher e estimular, criando espaços para quem quer colaborar, importância do treinamento.

Local

CE Gabriel Ferreira – Rua Kaneda, 474 – Vila Maria – São Paulo/SP

Realização

USE Distrital Vila Maria

Informações e Inscrições

Secretaria das Casas Espíritas da USE Vila Maria, pelo e-mail usevilamaria@yahoo.com.br ou pelo fone (11) 9.9765.1881


domingo, 27 de janeiro de 2013

Atualização do Acervo de Livros Online

Saudações Amigos!!!

É com muita alegria que informamos mais uma atualização do nosso acervo de livros online!!!


Jornal Vórtice de 2008, 2009, 2010, 2011 e 2012

Obras espíritas em Esperanto

Obras de Léon Denis
- O Caminho Reto
- O Genio Céltico e o Mundo Invisível
- O Progresso
- Síntese  Doutrinária - Prática do Espiritismo

Justiça Divina, psicografia de Francisco Cândido Xavier, ditado pelo Espírito Emmanuel.

Obras básicas da codificação traduzidas por J. Herculano Pires
- O Livro dos Médiuns
- O Livro dos Espiritos
- O Evangelho Segundo o Espiritismo
- O Céu e o Inferno


- - - 
Abraços fraternos.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Laboratório do ESDE na USE: inscrições abertas



Saudações Amigos!

A União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo (USE-SP), tendo como meta contribuir com o acesso ao conhecimento espírita, começa 2013 com uma novidade na área de estudo da Doutrina Espírita: a criação do laboratório do ESDE – Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita, na sede cultural da USE, no Brás, localizada na Rua Brigadeiro Machado, 269 - Brás – em parceria com a União Espírita Cristã Beneficente "Laudelino Novaes de Brito.


O programa será desenvolvido ao longo de 3 anos. Os encontros – realizados todas as terças-feiras, das 19h30 às 21h30, a partir de 19 de fevereiro de 2013 – estarão a cargo do Departamento do ESDE na USE. As vagas são limitadas e o curso é gratuito.

O curso é aberto a todos os interessados, independentemente de conhecimento prévio sobre a Doutrina Espírita ou de participação em outros cursos ou estudos.

Para fazer a inscrição, pede-se o preenchimento da ficha abaixo e sua devolução pelo email use@usesp.org.br até o dia 17.02.2013. Informações também pelo e-mail use@usesp.org.br ou pelo telefone 11 - 2950-6554.

Início: 19.02.2013
Horário: 19h30 às 21h30
Periodicidade: todas as terças-feiras
Local: Rua Brigadeiro Machado, 269 – próximo ao Metrô Brás

Colabore com o sucesso dessa realização divulgando-a.

Abraços fraternos,

Departamento do ESDE da USE-SP

---------------- Ficha de Inscrição ----------------
Nome da Instituição:
Endereço e bairro:
Cidade:
Estado: SP
Fone:
e-mail:
Site:
Nome do participante:
Endereço:
Cidade:
Estado: SP
Fone:
e-mail:
Função no Centro:
---------------- Fim da ficha de inscrição ----------------